Compressas quentes ou frias, quando usá-las?

As compressas são úteis para aplacar uma série de inconvenientes. No caso de cólicas menstruais, dores musculares e de ouvido use compressas quentes. O calor dilata os vasos, aliviando a tensão. Você pode usar tanto de toalhas quanto de compressas de gel. Aqueça-as em água, por volta de 40 graus. Coloque-as na região dolorida por até 30 minutos, de três a quatro vezes ao dia - se usar toalhas alterne-as, pois o calor se dissipa rapidamente. Para dor de cabeça, inchaços e inflamações, vá de compressas frias, que promovem uma vasoconstrição. O tratamento envolvendo as áreas afetadas por 30 minutos para peles normais, de duas a três vezes ao dia.

 

Aquecimento estimula a circulação e relaxa a musculatura

A compressa quente faz os vasos sanguíneos dilatarem, aumentando o fluxo de sangue na região tratada. Isso ajuda a conter o processo inflamatório. Se houver formação de hematoma ou edema (inchaço provocado pelo líquido extravasado), o calor amolece o líquido que vazou dos vasos e se acumulou em torno da região afetada. Isso auxilia na reabsorção do líquido pelo organismo.

 

O calor é indicado nos casos em que a pessoa sente dor, mas não apresenta inchaço. Um exemplo é o começo de uma dor de dente, quando a inflamação ainda não se agravou, mas o sofrimento já é considerável. O mesmo vale para casos de reumatismo e tendinite.

 

Dependendo da área em que for aplicado, o calor pode tanto melhorar a respiração quanto diminuir a secreção ácida do intestino, aliviando dores renais e estimulando a produção de urina. Compressas quentes também com camomila ajudam a combater as cólicas menstruais, devido ao relaxamento muscular na região do ventre.

Cuidados especiais com o tratamento gelado.

Apesar de o frio reduzir tanto a dor quanto inchaços como edemas e hematomas, ele pode fazer mal a peles muito sensíveis. Por isso, não é aconselhável usar o gelo por mais de 12 minutos ininterruptos em peles sensíveis. Entre uma aplicação e outra se deve fazer um intervalo de, pelo menos, dez minutos. Além disso, é oportuno evitar o gelo em feridas abertas e queimaduras (caso em que é melhor usar a água fria). O frio também pode ser usado por atletas e ginastas na prevenção de cãibras e no tratamento de tensão e fadiga muscular.

 

De uma maneira geral, a compressa feita com gelo é mais indicada em casos de traumatismo provocado por batidas, quedas e torções. A ação anestésica do gelo ajuda a evitar que o inchaço e o hematoma na região machucada fiquem muito grandes. Já a compressa quente deve ser usada numa segunda etapa, cerca de dois dias depois do trauma. Se for uma distensão muscular, aplica-se a compressa quente de cinco a sete dias depois de ocorrer à lesão. Ela ajuda a aumentar a circulação sanguínea na região afetada, diminuindo os riscos de uma inflamação.

 

Os benefícios da crioterapia (gelado)

Além de anestésico, o frio contrai os vasos sanguíneos, diminuindo inchaços.

Traumas provocados por quedas ou pancadas no esporte costumam romper os vasos dos sistemas sanguíneo e linfático. O vazamento desses dois líquidos - o sangue e a linfa - é responsável pelos inchaços (edemas e hematomas) que aparecem após a lesão.

Se logo após o trauma for aplicado gelo, os vasos se contraem, fazendo com que o fluxo do vazamento seja bem menor e, em consequência, o inchaço e o hematoma se reduzam também. Além disso, se a pele for resfriada a 12ºC ou 13ºC, os receptores de dor param de funcionar - então o efeito anestésico do gelo.

 

Técnica mista: Constraste de temperaturas

Alternância de quente e frio equivale a uma sessão de massagem

Muito usada nos tratamentos pós-imobilização e pós-cirurgia.

Existem casos em que a melhor pedida não é tratar com extremos de temperatura isolados e sim a combinação de ambos. A terapia chamada contraste constitui da aplicação alternada de compressas frias e quentes para contrair e dilatar seguidamente os vasos sanguíneos, aumentando a circulação no local afetado. A técnica é especialmente indicada para infecções, distensões, inflamações e dores de cabeça causadas por tensão nervosa ou muscular.

Depois que a pessoa retira o gesso, por exemplo, ou passa por uma cirurgia ortopédica, os membros - principalmente os inferiores - permanecem com pouca movimentação, o que causa uma circulação mais lenta das pernas. Por isso, é comum aplicar uma alternância de compressas quentes e frias, que acabam funcionando, estimulando a circulação de sangue na região promovendo a melhora do paciente em questão.

 
Atenciosamente,  
  
CURSO DE MASSAGEM CLÁSSICA E RELAXANTE DIAS 14 E 15 DE AGOSTO COM PROF. RODRIGO MUZULÃO NORA NA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL AO LADO DA UNC PORTO UNIÃO-SC 144HS/AULA 12HS POR FINAL DE SEMANA INVESTIMENTO: R$ 50,00 INSCRIÇÃO E R$ 180,00 ANTECIPADOS COM PAULA OU NA RECEPÇÃO DO JORNAL O COMÉRCIO EM UNIÃO DA VITÓRIA FONE: 42-3522.3544 OU COM MARIANE OU SÉRGIO NA ACIPU DAS 13HS AS 22HS. CERTIFICADO NO FINAL DO CURSO PELAS ESCOLAS INTERAGE E CBS CURSOS EM PARCERIA.
 
CURSO DE DERMATICISTA 288 HS/AULA COM APARELHOS PEELING DE CRISTAL, DIAMANTE E TODAS AS CORRENTES EM CANOINHAS COM A PROFESSORA JANAINNA HELENA PIMENTA 12 HS/AULA INVESTIMENTO: 100,00 INSCRIÇÃO E R$ 360.00 POR MÓDULO DE 12HS/AULA FINAL DE SEMANA. CERTIFICADO NO FINAL DO CURSO DE DERMATICISTA MATRICULAS ABERTAS. GARANTA A SUA VAGA JÁ!
REALIZAÇÃO: ESCOLA INTERAGE ENSINO E CURSOS ÁREA SAÚDE.

 
1º ENCONTRO DE PARAPSICOLOGIA EM MAFRA E RIO NEGRO DIA 25 DE SETEMBRO NO HOTEL EMACITE FLEX SÁBADO DAS 14HS AS 18HS COM COFFE BREAK. INSCRIÇÕES R$ 80,00 COM CAMILA NO DIÁRIO DE RIO MAFRA PROMOÇÃO: INDIQUE UM COLEGA E GANHE 10% DE DESCONTO NO SEU PRÓXIMO CURSO

Rodrigo M. Nora
Diretor Interage Ensino e Cursos Profissionalizantes na Área da Saúde
Canoinhas - Mafra e Porto União-SC
www.interagecursos.ning.com

 

Sem votos

Comentários

Registrar-se!

Estudiosos canadenses descobriram a melhor forma de aplicar gelo observando pessoas que caem em lagos congelados (muito comum de ocorrer no Canadá). As roupas molhadas criam uma barreira que impede a dissipação do calor e mantém a pessoa resfriada por mais tempo. O que não é bom para uma pessoa com hipotermia, é ideal para ser usado na aplicação de gelo em lesões: um papel toalha molhado sobre a pele permite um resfriamento mais duradouro.