Tuberculose

A tuberculose é uma das doenças infecto-contagiosas que mais mata no Brasil.

A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um microrganismo chamado “bacilo de Koch” (BK), conhecido também pelo seu nome científico de Mycobacterium tuberculosis.

Apesar de atingir principalmente os pulmões, pode ocorrer em outras partes do nosso corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

Muitas vezes, sem ter nos meios de comunicação o mesmo espaço que dengue e AIDS, a tuberculose atinge, sobretudo as classes menos favorecidas. Apontada por muitos como um "mal social", a sua proliferação está intimamente ligada às condições precárias de vida.

Causa da tuberculose

A tuberculose é causada por uma bactéria chamada “bacilo de Koch”. Esta bactéria espalha-se pelo ar quando é eliminada através da fala, tosse ou espirro de pessoas portadoras de tuberculose, e que não estão em tratamento.

Devido a esta forma de transmissão, a convivência com pessoas portadoras de tuberculose, especialmente em ambientes fechados, favorece a contaminação.

A tuberculose não é uma gripe ou pneumonia mal curada. Frio, beber algo gelado não causa tuberculose.

Mas algumas condições que reduzem as defesas do organismo podem aumentar a chance de infecção pelo bacilo da tuberculose, incluindo desnutrição, alcoolismo, tabagismo e doenças imunossupressoras, como a AIDS.

Sintomas da tuberculose

Os sintomas da tuberculose são insidiosos, ou seja, alguns pacientes não exibem nenhum indício da doença, outros apresentam sintomas aparentemente simples que são ignorados durante meses ou anos.

Os sintomas de tuberculose incluem:

  • Tosse seca e contínua (geralmente no início do quadro).
  • Tosse com catarro quando a doença evolui. Podendo surgir pus ou sangue no catarro.
  • Febre baixa, geralmente no final da tarde.
  • Suores noturnos.
  • Perda de apetite.
  • Fraqueza, cansaço e prostração.
  • Perda de peso.

Em casos mais graves os sintomas da tuberculose evoluem para:

  • Dificuldade para respirar.
  • Dor no peito.
  • Tosse com eliminação de sangue.

Diagnóstico da tuberculose

O diagnóstico da tuberculose é feito pelo médico com base na história, exame clínico e exames complementares, que podem incluir:

  • Radiografia de tórax;
  • Baciloscopia (exame que procura os bacilos da tuberculose no escarro).

Tratamento da tuberculose

Todo paciente com tuberculose pode ser curado, desde que siga as orientações do médico e faça o tratamento de forma regular.

Na maior parte dos casos são utilizados 03 antibióticos, tomados da seguinte maneira: duas cápsulas vermelhas que contém os remédios rifampicina e isoniazida e quatro comprimidos brancos que contém o medicamento pirazinamida.

O tempo necessário para o tratamento da tuberculose é, em geral, seis meses.

O tratamento da tuberculose está disponível gratuitamente nos postos de saúde.

Caso surjam efeitos colaterais não existentes antes do tratamento, o paciente deverá procurar o posto de saúde no qual está fazendo o tratamento para receber orientações dos profissionais de saúde responsáveis. Não há justificativa para parar o tratamento, a não ser por expressa orientação do médico.

Somente o médico pode avaliar se o doente está curado ou não. Muitas vezes, o paciente melhora após um mês de tratamento, mas isto não significa que a tuberculose esteja curada. Ainda assim, o tratamento só deverá ser interrompido por ordem médica.

Como prevenir a tuberculose

Para prevenir a tuberculose é necessário imunizar as crianças com a vacina BCG. Esta vacina é geralmente aplicada nos primeiros meses de vida.

 

Sem votos