Sexo anal

As dicas de saúde para praticar sexo anal de forma segura e prazerosa.

Sexo anal dicas e mitosMulheres e homens estão sempre cheios de dúvidas em relação a uma prática que cada vez mais faz parte do repertório erótico dos casais: o sexo anal. O que é mito e o que é verdade?

Para que o sexo anal não seja nem um tabu, nem uma ameaça a saúde, o Banco de Saúde reuniu dicas essenciais para esclarecer dúvidas comuns.

Sexo anal faz mal à saúde?
Quais os cuidados de higiene?
Sexo anal causa hemorróidas?
Sexo anal causa incontinência?
Sexo anal sempre é dolorido?
Qual a melhor posição?

É possível chegar ao orgasmo com sexo anal?

Sexo anal faz mal à saúde?

Não, desde que alguns cuidados sejam tomados. A prática de sexo anal provoca microcortes na mucosa que reveste o anus, que podem ser portas de entrada para vírus e bactérias. Essas pequenas lesões se cicatrizam naturalmente dentro de dois ou três dias. Ou seja, este intervalo mínimo deve ser respeitado para evitar lesões e infecções.

Também existe uma preocupação quanto à dilatação da musculatura do esfíncter anal que poderia causar incontinência fecal. Neste caso também é válida a recomendação do intervalo mínimo para praticar sexo anal, a qual respeitada, garante a plena recuperação e manutenção da musculatura.

Cuidados de higiene necessários ao sexo anal

É preciso ter alguns cuidados para evitar que o pênis transporte para a vagina as bactérias que habitam o ânus. O principal cuidado é o uso de preservativo.

Após o sexo anal, é necessário retirar a camisinha e colocar outra nova caso queiram fazer penetração vaginal. Caso contrário, as bactérias que sobrevivem no ânus sem causar danos à saúde podem provocar infecções sérias após serem transportadas pelo pênis até a vagina.

Sexo anal causa hemorróidas?

Não. Isto é um mito. As hemorróidas são veias (varizes) que são causadas por outros fatores.

No entanto, é importante salientar que, se o sexo anal for feito no período de inflamação, sem dúvida agravará o quadro, além de provocar muita dor. Em outros momentos, pode ser feito.

Sexo anal com menos dor e mais prazer

Existe uma técnica: em vez de partir direto para a penetração do pênis, o parceiro introduz primeiro o dedo. Depois é que vem a penetração. A introdução do dedo faz com que o esfíncter (músculo que circunda a entrada do ânus) se contraia e, nos instantes seguintes, relaxe. Essa é a hora ideal para a penetração peniana ocorrer com mais facilidade e de forma mais prazerosa.

O uso de lubrificante é essencial. O ânus não produz uma lubrificação natural, como ocorre com a vagina quando a mulher está excitada. Sem a lubrificação, o atrito do pênis com o órgão causa uma sensação de incômodo e não de prazer. Por isso, é importante usar um gel lubrificante. Dê preferência aos produtos à base de água, pois eles podem ser usados com a camisinha, sem danificá-la.

Qual a melhor posição para o sexo anal?

A melhor posição é aquela em que a pessoa sinta-se mais confortável e relaxada. De joelhos apoiada nos braços, a tradicional "de quatro" (de joelhos, com os braços esticados e as mãos apoiadas na cama), deitada de bruços com travesseiros ou almofadas sob a barriga para levantar a parte inferior do corpo. Tudo depende da combinação entre os parceiros.

É possível ter prazer ou mesmo chegar ao orgasmo com o sexo anal?

Sexo anal pode ser igualmente prazeroso para homens e mulheres. No caso das mulheres, o parceiro ou ela mesma pode estimular o clitóris simultaneamente à penetração anal para aumentar o prazer. A região anal é cheia de terminações nervosas e muito sensível aos toques eróticos. Qualquer tipo de carícia no ânus pode ser extremamente prazerosa. Mas isso se a pessoa estiver excitada e relaxada, fator fundamental para que a penetração não seja dolorosa.
 

Average: 4.2 (312 votes)