7 causas para a falta de desejo sexual

Descubra o que pode estar eliminando o seu desejo sexual!

O desejo sexual, também conhecido como libido, é essencial para uma vida plena e saudável. Ele pode ser definido como uma sensação que impulsiona a pessoa a buscar ou a tornar-se receptiva ao encontro sexual.

No entanto, é muito comum que o desejo sexual sofra diminuição, de forma passageira em alguns casos, e em outras de forma progressiva.

Uma série de fatores fisiológicos e psicológicos podem diminuir o desejo sexual. Confira a seguir as 07 principais causas para a falta de desejo sexual!

1. Sáude mental

Desejo sexualEstresse. Mesmo que você seja o tipo de pessoa que trabalha muito bem sob pressão, o estresse pode ser a causa da diminuição do desejo sexual. É como se o cérebro desvia a energia sexual para outras áreas.

Problemas financeiros, no trabalho ou de saúde estão entre as maiores causas de estresse.

Não deixe de aproveitar suas noites e finais de semana, buscar atividades de lazer e praticar exercícios como forma de melhorar sua vida sexual.

Depressão. Muitas vezes confundida com estresse, a depressão é uma doença que afeta diversas áreas da vida pessoal, incluindo o desejo sexual. Felizmente existe tratamento para este problema.

2. Problemas no relacionamento

Desejo sexualProblemas não resolvidos no relacionamento são umas das principais causas na diminuição da libido. A proximidade emocional e a cumplicidade são ingredientes importantes no desejo sexual.

Comunicação deficiente, traição da confiança e outras barreiras à intimidade podem estar fazendo com que o seu apetite sexual desapareça.

3. Álcool

Desejo sexualA descontração gerada por alguns doses moderadas podem esquentar um encontro ou relacionamento. Porém o uso abusivo de bebidas alcóolicas podem entorpercer o desejo sexual, resultando mais em sono, do que em uma noite apimentada.

 

4. Sono desregulado

Desejo sexualCaso você esteja acordando muito cedo ou indo para cama muito tarde, isso pode estar diminuindo o seu desejo sexual.

Insônia crônica ou apnéia são alguns dos problemas que podem estar desregulando o seu sono. A falta de uma noite bem dormida gera fadiga, o que pode atrapalhar a seu desejo sexual.

4. Medicamentos

Desejo sexualAlguns medicamentos podem reduzir o desejo sexual. Mudar para uma outra medicação ou dosagem diferente pode resolver o problema. No entanto toda mudança dever ser orientada pelo médico.

Medicamentos comumente ligados à perda do desejo sexual:

  • Anti-hipertensivos. Alguns medicamentos para controle da pressão arterial prejudicam o desejo, cabe a você comunicar o problema ao cardiologista.
  • Antidepressivos. Nem todos antidepressivos provocam redução do desejo sexual, nem toda pessoa que os utiliza terá tais problemas. Expor o problema ao psiquiatra é o primeiro passo para contornar a falta de desejo sexual.
  • Contraceptivos orais. Varia de pessoa para pessoa e também está relacionado ao tipo de medicamento.
  • Anti-histamínicos (tratamento de alergias).
  • Quimioterapia (tratamento de câncer)
  • Anti-retrovirais (tratamento da AIDS).

6. Menopausa

Desejo sexualÉ comum a redução do desejo sexual na menopausa, principalmente devido a queda do hormônio estrogênio, responsável por características fisiológicas e psicológicas do sexo feminino. Sintomas da menopausa, como ressecamento vaginal e dor durante as relações sexuais, podem fazer com que o sexo torne-se desconfortável.

O uso de lubrificantes nas relações sexuais ajuda a  evitar o desconforto. 

O médico ginecologista pode indicar tratamentos específicos para esta fase, que incluem reposição hormonal e gel intra-vaginal, com ótimos resultados.

7. Ansiedade de desempenho sexual

Homens podem acabar se preocupando excessivamente com seu desempenho, o que afeta o desejo sexual, podendo até mesmo originar um quadro de disfunção erétil piorando ainda mais o problema.

Average: 3.2 (25 votes)