Sepse

A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. A sepse era conhecida antigamente como septicemia ou infecção no sangue. Hoje é mais conhecida como infecção generalizada.

Tudo sobre sepse

Atualmente a sepse é a principal causa de morte nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e uma das principais causas de mortalidade hospitalar tardia, superando o infarto do miocárdio e o câncer. Tem alta mortalidade no país, chegando a 65% dos casos, enquanto a média mundial está em torno de 30-40%. Segundo um levantamento feito pelo estudo mundial conhecido como Progress, a mortalidade da sepse no Brasil é maior que a de países como a Índia e a Argentina.

Causas da sepse

O ponto fundamental que dá origem a sepse é a infecção por um microrganismo. Mas na verdade, não é a infecção que está em todos os locais do organismo. Por vezes, a infecção pode estar localizada em apenas um órgão, mas provoca em todo o organismo uma resposta para combater o microrganismo causador da infecção.

Esta resposta é uma inflamação que pode vir a comprometer o funcionamento de vários órgãos. Esse quadro é conhecido como disfunção ou falência de múltiplos órgãos, sendo bastante grave e potencialmente mortal.

Índice

Fatores de risco para sepse

Algumas pessoas têm maior chance de serem vítimas da sepse:

  • Prematuros, crianças abaixo de 1 ano;
  • Idosos acima de 65 anos;
  • Portadores de imunodeficiência: câncer, quimioterapia, uso de corticóide, doenças crônicas e AIDS;
  • Usuários de álcool e droga;
  • Vítimas de traumatismos, queimaduras, acidentes automobilísticos e ferimentos à bala;
  • Pacientes hospitalizados que utilizam antibióticos, cateteres ou sondas.

Índice

Diagnóstico da sepse

O diagnóstico da sepse é realizado pelo médico levando em consideração sinais e sintomas como:

  • Taquicardia: aumento dos batimentos cardíacos (acima de 90 por minuto);
  • Febre: aumento da temperatura acima de 38˚C (considere também hipotermia: queda abaixo de 36˚C);
  • Taquipnéia: aumento da respiração (acima de 20 por minuto);
  • Falta de ar;
  • Diminuição da quantidade de urina;
  • Pressão baixa;
  • Confusão mental.

E complementados por exames laboratoriais como:

  • Hemograma;
  • Hemocultura: investigação de microrganismos no sangue;
  • Dosagem de lactato.

Índice

Tratamento da sepse

O tratamento da sepse envolve uma séria de medidas e procedimentos médicos, tendo como ponto fundamental o diagnóstico correto e o mais precoce possível.

As medidas envolvem:

  • Tratamento com antibióticos que visam combater a infecção;
  • Reposição de líquidos e eletrólitos perdidos pelo corpo;
  • Restauração e manutenção da pressão arterial

Índice

Average: 3.9 (121 votes)