Ressuscitação cardiopulmonar

RCP Ressuscitacao cardiopulmonarA ressuscitação cardio-pulmonar (RCP) é uma manobra que pode salvar vidas. É muito utilizada em emergências como no infarto do coração, afogamento e outras situações onde a pessoa não esteja respirando ou esteja sem pulsação.

Idealmente, a ressuscitação cardio-pulmonar (RCP) envolve dois componentes: compressões torácicas combinadas com respiração boca a boca.

No entanto, o que uma pessoa leiga realmente deve realizar depende do seu conhecimento e do quanto ela se sente segura.

Mas o mais importante é que é melhor fazer alguma coisa do que não fazer nada, pois esta atitude pode ser uma vida salva.

Se você não se sente seguro, basta realizar as compressões torácicas e ligar parar para a emergência. Aprenda em 50 segundos assistindo o vídeo.

Quando o coração pára, a falta de sangue oxigenado causa danos cerebrais irreversíveis em poucos minutos. Morte geralmente ocorre entre 8 e 10 minutos. O tempo é um fator crítico quando se presta auxílio a uma pessoa inconsciente ou que não está respirando.

A RCP ajuda a manter o sangue oxigenado fluindo para o cérebro até que o seja possível um tratamento médico.

Para aprender RCP de forma prática e detalhada existem cursos de primeiros socorros disponíveis. Um bom local para buscar indicação é o corpo de bombeiros da cidade.

Avalie a situação antes de iniciar a RCP

A pessoa está consciente ou inconsciente?

Se a pessoa parece inconsciente, dê pequenos tapas ou sacuda-a pelos ombros perguntando em voz alta “Você está bem?”

Se a pessoa não responder, peça a alguém próximo para chamar por socorro (Bombeiros 193 ou SAMU 192) e em seguida inicie a RCP. Confira se o local onde está possui um desfibrilador externo automático (DEA), solicite-o.

Se você estiver só, mas tiver acesso imediato a um telefone, ligue para emergência antes de iniciar a RCP. Se o acesso ao telefone estiver distante, realize as manobras de RCP por 01 minuto e em seguida faça a ligação, retomando as manobras assim que possível, buscando evitar mais do que 2 minutos de ausência.

Como realizar a RCP

  1. Veja se a pessoa está respirando.
  2. Coloque a pessoa com as costas apoiadas em superfície firme.
  3. Ajoelhe-se próximo aos ombros e pescoço da vítima.
  4. Coloque a palma de sua mão na testa da vítima e use a outra mão para elevar o queixo e abrir a boca.
  5. Confira se ela está respirando, não perca mais que 10 segundos: Repare no movimento do tórax ou ouça o som da respiração.

Realize duas respirações boca a boca

  1. Se a pessoa não está respirando, faça duas respirações boca-a-boca:
    1. Com a boca da vítima aberta, pince as narinas da mesma, cobrindo a boca dela com a sua, formando um selo.
    2. Assopre o ar e veja se o tórax eleva-se. Se sim, faça a segunda respiração e em seguida inicie as compressões torácicas. Caso o tórax não infle, repita a manobra de abertura da boca da vítima.

Realize as compressões torácicas

  1. Posicione a palma da sua mão no centro do peito da vítima, entre os mamilos. Coloque sua outra mão em cima da primeira. Mantenha seus cotovelos retos e posicione seus ombros na direção das suas mãos.
  2. Use o peso do seu corpo para fazer as compressões no tórax, que deve abaixar em torno de 5 cm. Empurre com força e rapidamente, a freqüência esperada é de duas compressões por segundo.
  3. Após 30 compressões, faça duas respirações boca-a-boca. Se alguém puder ajudar, peça a ela que realize as respirações.
  4. Recomenda-se manter a RCP até que a pessoa volte a respirar ou apresentar pulsação (medida por meio de palpação da artéria carótida no pescoço), ou até que o socorro especializado chegue ao local.

Veja o vídeo de ressuscitação cardiopulmonar RCP:

[video:http://www.youtube.com/watch?v=T8ZTc0LQJe0]

Use o desfibrilador externo automático se disponível

Se um desfibrilador externo automático (DEA) estiver acessível, deve ser usado assim que possível, enquanto isto a RCP não deve cessar. Apesar da necessidade de um treino básico, o aparelho é de fácil uso e de formato extremamente simples e com instruções de voz o que permite um manuseio seguro.

Fontes

  1. American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care. Circulation. 2005.
  2. British Red Cross Video for Cardiopulmonary Resuscitation. 2007.
     

 

Sem votos