Vitamina D para prevenir gripes e resfriados

Novo estudo afirma que a vitamina D, além de fortalecer os ossos, pode evitar gripes e resfriados.

Um passeio ao sol pode ser melhor do que um comprimido de vitamina C para prevenir gripes e resfriados.

Um novo estudo, o maior até então que relaciona a vitamina D com infecções respiratórias, mostra que pessoas com níveis mais baixos de vitamina D apresentaram casos significativamente maiores de gripes e resfriados. A vitamina D é produzida pelo organismo em resposta à luz solar e também é encontrada em alimentos enriquecidos, como o leite.

Segundo os pesquisadores, embora a vitamina C venha sendo utilizada para a prevenção de gripes e resfriados durante décadas, existem poucas provas científicas apoiando sua eficácia. No entanto, vários estudos recentes têm sugerido que a vitamina D, mais conhecida por seu papel de fortificar os ossos, também pode desempenhar um papel importante em função do sistema imunológico.

De acordo com o pesquisador Adit Ginde, da Divisão de Medicina de Emergência, da Universidade do Colorado, os resultados do estudo indicam um papel importante da vitamina D na prevenção de infecções respiratórias, como gripes e resfriados. Indivíduos com doenças pulmonares comuns, como asma ou enfisema, podem estar particularmente suscetíveis a tais infecções a partir do momento que possuem deficiência de vitamina D.

Nesse estudo, os pesquisadores analisaram cerca de 19.000 adultos e adolescentes, em um período de seis anos.

Apesar de alguns indícios relacionando a diminuição nos níveis de vitamina D em épocas de inverno com o aumento sazonal de gripes e resfriados, alguns estudos menores sugeriram a ligação da falta de vitamina D com um maior risco de infecções respiratórias.

Essas ligações persistiram durante todas as quatro estações e foram ainda mais acentuadas entre pessoas com asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Por exemplo, pessoas com asma e níveis mais baixos de vitamina D possuem cinco vezes mais chances de terem tido uma infecção respiratória recente. E entre pessoas com DPOC, as chances de terem contraído gripe ou resfriado recentemente foram duas vezes maiores em quem possuía baixos níveis de vitamina D.

Testes estão sendo planejados para comprovar de vez a eficácia da vitamina D no aumento da imunidade e no combate a gripes e resfriados. O foco será em pessoas com asma e DPOC, bem como crianças e idosos - grupos que estão em maior grupo de risco de contrair alguma doença mais grave proveniente das infecções respiratórias.
 

Fonte: 

WebMD

Sem votos